quarta-feira, 30 de maio de 2018

Amor é prioridade, não a cor branca.

Segunda feira dia 28\05\2018 Tarde No domingo, eu havia pegado um T desses elétricos, que de uma tomada viram três saídas... aqui em casa tem um monte que as fiações são largadas de manutenção e as tomadas estão cada dia piores. Minha mãe não considera uma prioridade arrumar coisas da casa e vai arrumando uma gambiarra encima da outra. Ok, sempre foi assim... Mas como eu disse, troquei o T que estava no microondas com o do meu carregador de computador que estava meio bambo e pra computador não é legal isso pq pode queimar e tals. No domingo que eu troquei, a primeira frase do dia da minha mãe é: "ONDE ESTÁ O T DAQUI, PQ ELE QUE PRESTA, PQ NÃO SEI O QUE" Mil historinhas mas ainda sem histerias. Segunda feira, a pessoa (minha mãe) tá simplesmente incorporada por algo do mal, seilá kkkkkk e SURTOU! Eu quieta no meu canto, a pessoa me sai berrando, histérica, me acusando igual a inquisição mandando bruxa pra fogueira. Ela tem Parkinson gente, é uma pessoa que precisa de cuidados, é minha mãe mas eu não sou "negrinha de realeza" não bem. Esse tempo passou, já. Uma hora de histeria de entrar no meu quarto, agir como se eu estivesse mentindo, como seu eu fosse horrível por ter tirado a "coisa branca" pq não era o que eu tinha pegado. Enfim, ela achou no quarto do meu filho, ele já tinha tirado isso tem meeeeeeses do microondas (a pessoa não tinha notado nesse tempo todo, mas como fui euzinha que mexi né) e ela jogou tudo o que podia de histérico e de me deixar péssima pra cima de mim que estou também em tratamentos psicológicos e psiquiátricos tem um tempo. Ou seja, todo mundo com problema, caramba! SE AJUDEM E SE UNAM! Isso não é de agora, uma vez me acusou de roubar uma merreca que ela escondia na casinha de bonecas dizendo que eu "roubei" dela, nunca roubei dinheiro de bolsa de mãe, sou super honesta nisso e minha mãe fez isso na casa do meu namorado na frente de todo mundo. Histérica. Pensa no carão? Resultado: chorei tanto de tristeza, que morreu um pedaço meu. Ela enfiou o T branco lá no microondas e hoje meu filho fazendo uma lasanha, a tomada FRITOU. Queria falar nada não, mas o universo é mais justo que um shortinho da Gretchen. Deus fala através de sinais e quem não consegue sentir, só cai no erro. Não falha. Amor é prioridade, não a cor branca.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Bateu uma onda forte.

Bateu. Bateu uma onda de ver algumas pessoas com o caleidoscópio virado. E foi horrível. Elas não são legais. Tudo bem, só que terei de novo que eliminar. Eliminar. Preciso transformar e tá difícil fazer isso. Horrível.

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Lithium

Primeira semana de Lítio. Estou achando divertidíssimo, isso é igual a personalidade Blazê em comprimidos kkkkkk

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Eu me dispo da notícia.

Eu resolvi finalmente voltar a escrever aqui. Preciso dividir e ampliar conceitos a partir das minhas vivências, penso que isso é algo essencial para mim, para quem se sente conectado a histórias que tive. Eu estive em SP para o show do Radiohead dia 22 de abril. Acabei ficando mais de um final de semana... e durante a semana encontrei pessoalmente uma pessoa que admiro. Estávamos no Largo do Arouche e meu amigo dá um grito e diz: Bárbara, essa é a Neon que te falei tanto. Eu sou mulher, seria normal, porém sou uma pária da sociedade dita normal. Aos poucos, contarei o que me construiu como ser humano neste mundo mas esse encontro me fez ver que eu preciso estar nas lutas dos párias. Todos eles. Isso me faz voltar a escrever. Preciso. "Eu vou te dizer que você não me conhece". Ouvia isso quando criança em minha casa por Maria Betânia. Identificação absoluta. Eu quero me despir da notícia e a partir de agora, farei isso.

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Amor.

A melhor coisa que tenho sentido ultimamente é a paz de amar tranquila. Conhecer alguém do nada que... só te traz paz e confiança. Além da conexão astrológica de goofismos kkkkk e outras mais importantes. <3 e sem mais.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Castração

Duas castrações felinas valem mais que anos de cadernos laqueados com papéis de carta... Obrigada, vida, por se mostrar tão patética.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

"Não, não era amor. Não era e nem é nada. Nada é um vazio tão grande que nem sete mãos cheias de vontade de resgate, ou qualquer outra coisa poderiam preencher em uma alma inútil de sentido..." Uma busca tão tola assim me penaliza. Porém o respeito me impede de sentir qualquer coisa nesse momento. Nem isso. Nem aquilo. Não sinto absolutamente nada pelo vazio. Não se enganem que o vazio, o nada, é perceptível até mesmo para as almas mais tolas.... é algo bem óbvio. Eu gosto de ser preenchida pelo mundo, por sensações verdadeiras, entrega e almas apaixonadas, histórias fúteis que me façam rir. Detesto qualquer coisa entediante e vulgar. Principalmente a rotina. Let! Let's drink, please! "