domingo, 12 de junho de 2011

Ruins

Dia dos namorados. É...
Aconteceram muitas coisas estranhas este último mês.
Me atacaram, eu retribuí. Ganhei com isso uma pessoa interessante às vésperas do valentine's. E uma vitória de fibra de caráter.
Me amaram, eu retribuí. Pois sempre amei, isso foi incrível, faz parte do passado, mas ainda faz parte. Meu gato da Alice...Ao menos vi o sorriso dele de novo.

Eu trabalho com colagem de peças. Para formarem coisas belas...
Quero brincar nas ruínas de novo.
Mas sinto que não devo mais.

Não devo mais.
Não.
Ficarei cuidando do jardim até que meu amor me encontre. Reencontre.
Seilá. video

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Na chón.

Esta Alice chegou finalmente em terra firme.
A sala que estou tem um monte de portas.
A que eu desejo não está aberta.
que faço?
1- Arrombo
2- Perco mais tempo da jornada procurando esta chave?
3- Aceito a que está aberta
4- Assovio até passar mais tempo esperando que ela se abra por mágica?

Aí entra: Deus. Destino...

Enfim o que tem que ser, já é, meu. Já é.
É o que tem pra hoje!

Entrei na porta aberta. Foda-se.